Fato.

11 fev

Depois de um tempo até mesmo o toque perde seu valor, e o simples fato de saber que esse sangue gélido corre fervente por minhas veias frágeis, segundo após segundo, já não é mais o suficiente pra seguir em frente.

Paradigma Imperfeito

17 jan

Perguntas tolas.

Respostas óbvias.

Critérios Utópicos.

Frases sub entendidas.

Erros irreparavéis.

Acasos não ocasionados.

Limites estrapolados.

Sintonias incompreensíveis.

Sorrisos simulados.

Opniões flexíveis.

Paradigma imperfeito,

Nostalgia de você.

Mudanças

31 dez

Festas, sorrisos falsos, promessas e metas clichês que nunca são cumpridas, e brancura demais pro meu gosto.

Alguém já pensou em mandar tingir a roupa branca? Em prometer menos e agir mais? Em sorrir apenas quando realmente se tem vontade?

Talvez seja hora de mudar, inovar.

Eu mudei.

Se soubessem o QUANTO isso faz bem…
Do jeito que for, da melhor maneira possível, que venha o próximo de muitos!

“And you just might find who you’re supposed to be”.

#in2010

Súplica

26 dez

Os olhos fotografam, a alma guarda o que sente, o coração consente à emoção.

A beleza se torna encanto. A ternura padece, as mudanças acontecem, e o velho riacho continua a correr.

E a vida; os sonhos; a suposta esperança que algum dia havia me habitado; agora ja não mais se manifesta, ja não mais reluta contra as mágoas profundas de um passado suplicante.

O tudo se torna nada num relance, num passe, num piscar de olhos. As lembraças são levadas com o vento, e delas, só nos restam as cicatrizes incuráveis, insolúveis

Eu quero tempo.

18 dez

Ainda vejo aquela menininha que andava de bicicleta entre os braços do pai na calçada estreita; que choramingava pra não tomar o remédio amargo pra sarar do resfriado que o sorvete de domingo causou.
Aquela menininha que sempre quis mais do que todo mundo sempre desejou.
A mesma que trilhou seu próprio caminho, sozinha, ao relento da noite, nos braços da lua, filha do anoitecer.
A mesma que teve seus sonhos julgados “infames“…
Aaah, eu quero mais desses sonhos, eu quero mais desse doce veneno, desse tempo de ouro.

Eu quero tempo. É querer demais?
grande PEQUENA sonhadora.

Nostalgia

25 nov

Quem foi que disse que o amor é pra fracos? Me poupe. -q

O amor é para fortes. A nostalgia é para fracos. A razão é  f  ú  t  i  l.

E em mim ficará gravado
Seu rosto rosado,
Aquele do qual pra mim nunca sorriu.

Sou fraca, reconheço.

t e a r d r o p s ‘

25 nov

30 seconds to mars – the kill.